19 de fev de 2009

Colagem da Chris Campos

Adoro e sempre visito o www.casadachris.uol.com.br principalmente porque tem sempre muito a ver comigo, vejam esta matéria:
18/02/2009 Customizações...
Customiza-se tudo já há algum tempo. Personalizar, deixar algo com a sua cara, tornar especial um objeto comum. São muitas as variações. Ontem ocupei um trecho da minha noite com customizações. Começou com um armário. Pintei, repintei, comecei a inventar de desenhar e não deu muito certo... Como não tenho medo de provas de tentativas e erro, resolvi testar outras possibilidades. E me pus a recortar rosas de plástico ("as flores de plástico não morremmmmmm", lembra?). Recortar e colar. Copy and paste, como faço todo os dias no meu computador, com textos e imagens. Enquanto ocupava as mãos com esse trabalho bom, pensei em como as pessoas customizam suas próprias vidas. E percebi que poucas têm essa coragem. Viver um dia-a-dia igual ao de todo mundo é mais prático. Dá preguiça mudar a chave, riscar, apagar, fazer de novo. Precisa ter coragem. E entusiasmo também. Enquanto não me faltar nem um, nem outro, sigo customizando o que posso, inclusive a minha própria vida. Até achar que o trabalho está bonito. Para, em seguida, já pensar nas adaptações seguintes. Nada nesta vida está 100% pronto, 100% bom. Se estiver, é hora de pensar em customizar, recortar, colar, pintar, bordar, tingir, cortar, adicionar uns galões simpáticos a uma saia que já lhe agrada mais, só para enfeitar. Precisar querer, pensar, encontrar uma maneira de administrar o melhor formato de customização para a sua própria vida. Não é assim tão simples. Mas é bem melhor do que virar embalagem de sabão em pó, ah isso é.[ 1 comentários ] [ envie esta mensagem ] [ link fixo ]