12 de mar de 2011

Sobras e restos me interessam!

Quem costura sempre tem um monte de retalhos entulhando armários...
 E fora os retalhos, eu, aqui no atelier tenho sobras de tudo em quanto é tipo de material 
já que "ataco"  em várias "modalidades"  artesanais,  rs! 
Andei doando uma boa parte desse material junto com roupas e revistas usadas, mas parece que é bem como diz  minha mãe: "parece que quanto mais se dá mais se tem!"
Bom... Resolvi fazer com os retalhos mais umas peças estilo Patchwork já
que sou  fã legítima desse negócio de aproveitar tecidos, de dar cara nova as coisas velhas e coisas assim...
 Sabe que de tanto fazer emendas e customizações já estou até me dando nota boa na arte de combinar os tecidos e as cores, lembre-se que nesse caso de aproveitar, temos q usar o q temos, não vamos sair pra comprar mais pois a ideia é desentulhar, ok?
Se quer se aventurar dou as dicas do meu processo particular:
Separo os tecidos por similaridade de composição e por grupos de cores. 
Geralmente uso a teoria do Círculo Cromático para as cores, ajuda demais pois nem sempre mistura-las em estampas e obter efeito harmonioso é facilmente conseguido quando seu material é restrito, penso em grupos de cores análogas, secundárias, contrastantes... Teoria das Cores! Assunto de aula de Artes!é  bom saber!
Nesse exemplo das fotos escolhi cores quentes e secundárias,
 no caso marrom e laranja e seus sub tons. 
Branco e preto são usados para equilibrar, sempre que necessário!
Para isto não precisamos acrescentar mais tecidos, pode ser com pintura ou uma aplicação por exemplo.
Para amenizar todos estes  tons, apostaria no rosa,
 rosa entraria bem nessa combinação, principalmente os  secos.
Vamos ver...








Prefiro botões forrados, neste caso ainda mais pq diminui a variedade de informações que uma peça de retalhos pronta pode apresentar.
Veja que combinação mais insólita: Dois tipos de xadrez diferentes e uma estampa indiana!
Será que vai colar?
Minha experiência diz que sim!
A foto da camisa pronta aqui no próximo post. Até lá!



No site da loja Afroart vi esta ideia linda de tapeçaria. 
São aproveitados os retalhinhos bem pequenos, veja:



As tapeçarias  são  produzidas pelas mulheres nas favelas Chennai, no sul da Índia. O material é sobra de  pedaços de pano, as mulheres  a receberam a partir da medida no bairro. Os motivos são a partir de histórias feitas  pelas próprias mulheres.