17 de jan de 2015

Top sem stop!!!

Mais um verdinho saindo do forno...
Meu jeito favorito de usar é com uma boa saia longa
um estilo meio cigana... adoro!
só trocar o cinto e o visual é outro!!!



Ontem minha irmã encontrou uma foto dela, de 1997, usando um top que segundo ela eu quem fiz e
dei a ela de presente! 
Não lembrava de nada disto!
 E nem vendo a foto do top eu consigo me lembrar!!! (risos)
 Mas se ela está dizendo!!!

(brinquei com esta foto dizendo que 
é do tempo que GuarapariS
 ainda era Guarapari!!!)


Fiquei pensando como a moda é pura reprise...


Mais fotos de crochê "Que Coso?" ?
Claro que tenho sim!
Biquininhos para as meninas que estão com o corpo em dia




a parte de trás dos biquines de crochê é o que todo mundo
fica em dúvida se vai gostar ou não...
eu digo que cada pessoa é de um jeito e só experimentando para saber!
O bom é que no feito à mão você faz do seu jeitinho mesmo!

 Abaixo um jeito maroto de variar o uso dos tops da moda,
 -como um colete-
legal tb para quem não quer expor tantas partes do corpo
 por um motivo qualquer.

 Eu gosto muito destas faixas que chamo de obi e sempre que o vestido comporta eu confecciono uma combinando para enriquecer o conjunto. Esta acima em azul com xadrez vai junto com o vestido,
  e tenho produzido umas avulsas bem coloridas, esta outra abaixo é com um tecido
de lantejoulas em estampa étnica que encontrei por acaso numa loja e trouxe para casa sem saber ao certo onde poderia utiliza-lo!
O  brilho não é exagerado e
permite usa-la durante o dia sem medo de ser feliz!
 Amei esta combinação de tons!
Muito harmoniosa!
Estou também nas redes sociais sabia? Você está?
Na página "Que Coso?" no Facebook as novidades são praticamente
diárias! Se você é adept@, entre e me dê um joinha lá!? Vou amar!
Aqui o link: QueCoso?



Hoje o céu está muito azul e o sol de verão está bem forte e brilhante
 aqui nesse meu cantinho de ver o mundo...
e eu só na produção de "Que Coso?"
Penso, tem horas, que deveria estar mais junto à natureza...
porém, sinto uma imensa
Gratidão à vida, ao Universo, 
por me possibilitarem trabalhar com uma atividade que gosto tanto!
Nem vejo o tempo passar e sigo levemente!
Namastê.